Henrique Schneider concorre ao prêmio Cidadão do Ano
São nove categorias com cinco indicados em cada, pessoas que se destacam por contribuir com a comunidade.
   
O Grupo Sinos está promovendo o prêmio Cidadão do Ano, que visa a premiar pessoas que se destacaram e que ainda se destacam por contribuir com a comunidade, através de ações com elevado grau de cidadania, envolvimento comunitário, filantropia, geração de emprego/renda, crescimento da região, melhoria das condições de vida dos cidadãos etc.
E o escritor Henrique Schneider é um dos indicados na categoria Artes/Cultura/Lazer. A votação acontece pela internet, no endereço www.cidadao.gruposinos.com.br/categorias/artesculturalazer. As outras oito categorias são Solidariedade, Sustentabilidade, Empreendedor Serviço, Empreendedor Indústria, Empreendedor Comércio, Educação, Saúde e Esportes.

"É verdadeiramente uma honra e uma emoção ser lembrado nesta condição", comenta Schneider. "Sou um trabalhador na área da cultura e acho que ela tem importância essencial na formação do ser humano. Cultura é algo muito maior do que um simples livro, um quadro na parede, uma apresentação - cultura é identidade, e como tal deve ser encarada. Povo com cultura é povo melhor."

Concorrem com Schneider o desenhista, escultor e pintor Marciano Schmitz, o administrador de empresas e Presidente da Associação Pró-ensino Superior em Novo Hamburgo (Aspeur) Argemi Machado de Oliveira, o produtor cultural e editor Eduardo Holmes e o produtor cultural e ex-vereador Ralfe Cardoso.
 
 

 


Prêmio que agraciou Henrique Schneider é um dos principais concursos do Brasil


Entrevista: o processo de criação de Setenta


Henrique Schneider palestra no Festival Literário dos Campos Gerais