Leitura beneficente reúne doações para atingidos pela cheia do Rio dos Sinos
Contos de Henrique Schneider serão lidos e interpretados pelo autor em Novo Hamburgo nesta terça-feira.
   
Novo Hamburgo vive um flagelo e há muita gente precisando de ajuda. Com as chuvas das últimas semanas, o nível do Rio dos Sinos, que banha o município, chegou ao pico de 8,44m - a média é de que fique entre três e quatro metros.

As águas invadiram casas e desabrigaram famílias: foi a maior
enchente dos últimos anos (foto – clique para ampliar). Na quinta-feira, 29 de agosto, a Prefeitura de Novo Hamburgo contabilizava 2.721 residências afetadas. "Cada um ajuda do jeito que sabe – ou acha que sabe", defende Henrique Schneider.

Por isso, o escritor fará leitura beneficente de alguns de seus contos na sede do Sindicato dos Bancários e Financiários de Novo Hamburgo e Região (rua João Antonio da Silveira, 885, Centro, em frente à pista pública de skate). O evento está marcado para terça-feira, 03 de setembro, às 20 horas – confirme presença pelo Facebook!

"Peço que as pessoas compareçam e levem doações – especialmente material de limpeza, material de higiene pessoal e brinquedos”, cita. “Pequenos eletrodomésticos também são bem vindos – há gente que perdeu tudo."

Vassouras, rodos, pano de chão, baldes, escovas e pasta de dentes, fraldas, absorventes, xampu e sabonete estão entre as prioridades citadas por Schneider. Trata-se, também, de tentar repor as perdas das casas que foram inundadas.

FOTO: divulgação / Angel Publicidade Aérea

> Notícia publicada em 31/08/13.
 
 

 


Prêmio que agraciou Henrique Schneider é um dos principais concursos do Brasil


Entrevista: o processo de criação de Setenta


Henrique Schneider palestra no Festival Literário dos Campos Gerais