Em bate-papo com Henrique Schneider, alunos apresentam esquete e cantam rap
Escritor participou do projeto Autor Presente, do Instituto Estadual do Livro (IEL), em Araricá.
   
O tema da alegria transformadora da leitura levou Henrique Schneider à cidade de Araricá na última semana. Após bate-papo sobre o assunto com estudantes no Centro Municipal de Cultura Nelson Marchezan, o escritor assistiu a um esquete baseado no conto Telefone Premiado, interpretado por duas
alunas da Escola Estadual de Ensino Médio de Araricá.

Cerca de 130 pessoas, na faixa dos 15 aos 20 anos, acompanharam a atividade promovida pela instituição no dia 25. Foi a primeira vez que a escola recebeu um escritor para conversar com os estudantes.

Além do esquete, mais atrações animaram a noite. O jovem MC Lequinho apresentou um rap que fez em homenagem a Henrique Schneider. "Foi super bacana, a molecada prestou uma grande atenção, o clima estava muito bom", resume o escritor.

Criado em 1972, o Autor Presente, projeto do Instituto Estadual do Livro (IEL), órgão da Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul, caracteriza-se por qualificar projetos de leitura e promover a leitura e a literatura gaúcha.

Releia o conto Telefonema Premiado!

> Notícia publicada em 30/06/2014.
 
 

 


Prêmio que agraciou Henrique Schneider é um dos principais concursos do Brasil


Entrevista: o processo de criação de Setenta


Henrique Schneider palestra no Festival Literário dos Campos Gerais