Henrique Schneider preside Conselho Municipal de Políticas Culturais de NH
Órgão buscará a formulação de políticas públicas que desenvolvam e fomentem atividades culturais. Mandato do escritor é de dois anos.
   
Fortalecer e democratizar a cultura em Novo Hamburgo, sua cidade natal, é o objetivo de Henrique Schneider, eleito presidente do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Novo Hamburgo na noite da última segunda-feira, dia 07.
“A ideia é ter uma gestão bastante plural e generosa”, resume o escritor, mencionando o vice-presidente Júlio Cesar Apollo, o primeiro secretário Evandro Machado e o segundo secretário Luciano Rodrigues. “São diversos setores representados e a vontade é que todas elas efetivamente tenham voz e presença.”

É função do Conselho de Políticas Culturais hamburguense formular políticas públicas que promovam a articulação e o debate entre o governo municipal e a sociedade civil organizada para o desenvolvimento e o fomento das atividades culturais, conforme define o artigo 2º do regimento. Trata-se de um órgão de assessoramento, proposição, controle social e deliberação coletiva formado por 24 titulares e 24 suplentes.

O Conselho iniciou suas atividades recentemente e, até então, se ateve a assuntos internos, como a elaboração do regimento e a eleição da diretoria. Henrique Schneider exercerá o mandato por dois anos.

FOTO: ilustrativa

> Notícia publicada em 08/07/2014.
 
 

 


Prêmio que agraciou Henrique Schneider é um dos principais concursos do Brasil


Entrevista: o processo de criação de Setenta


Henrique Schneider palestra no Festival Literário dos Campos Gerais