"O Tempo Quase" é finalista do Prêmio AGES Livro do Ano 2015
Livro de Henrique Schneider conta a história de uma personagem de 15 anos e trata de um tema-tabu: o suicídio.
   
A Associação Gaúcha de Escritores (AGES) indicou o livro “O Tempo Quase” (Editora Lê), de Henrique Schneider, como finalista do Prêmio AGES Livro do Ano, na categoria Juvenil. A obra aparece ao lado de “Eu é um outro”, de Hermes Bernardi Jr (Edelbra); “O fantasma da segundona”, de Menalton Braff
(FTD); e “Padrão 20 – a ameaça do espaço-tempo”, de Simone Saueressig (Besouro Box).

Em 2008, Schneider venceu este prêmio com “Contramão” (Bertrand Brasil), na categoria Narrativa Longa. A obra, atualmente, está sendo adaptada para o cinema.

Os finalistas da edição 2015 foram indicados pelos jurados técnicos Ângela Rolla, Mara Jardim e Márcia Cavalcante. Os vencedores, que serão escolhidos em votação pelos associados da AGES, receberão troféus em cerimônia no dia 11 de julho, às 19h, no auditório Barbosa Lessa do Centro Cultural Érico Veríssimo, em Porto Alegre. A votação se estende até o dia 30 de junho.

O livro mais votado entre todos os vencedores receberá, também, o Prêmio AGES: O Mais Votado. A lista completa de indicados está disponível no site da AGES.

Leia a sinopse de “O Tempo Quase”

> Notícia publicada em 01/06/2015.
 
 

 


Prêmio que agraciou Henrique Schneider é um dos principais concursos do Brasil


Entrevista: o processo de criação de Setenta


Henrique Schneider palestra no Festival Literário dos Campos Gerais