Com indicados da região, entrega de troféus do Prêmio AGES Livro do Ano ocorre neste sábado
Henrique Schneider e Simone Saueressig representam o Vale do Sinos na categoria Juvenil, com “O Tempo Quase” e “Padrão 20 – A Ameaça do Espaço-tempo”.
   
Um momento de celebração da literatura gaúcha e de confraternização entre pessoas que apreciam a escrita, a leitura, a literatura. Assim será a Noite do Prêmio AGES, neste sábado (11), quando serão revelados os vencedores das oito categorias do concurso. Uma delas, Juvenil, tem
dois representantes da região: Simone Saueressig e Henrique Schneider.

“Estar entre os finalistas, sem medo de cair no lugar comum, já me dá a sensação de vitória”, avalia Schneider. “Isso porque estou no meio de craques. A Simone Saueressig, por exemplo, minha amiga queridíssima há tanto tempo, é uma das melhores escritoras da literatura infanto-juvenil gaúcha. Seu universo fantástico é leitura que sempre vale a pena.”

Schneider foi indicado com “O Tempo Quase” (Editora Lê), lançado em 2014. Já Simone entrou com “Padrão 20 – A Ameaça do Espaço-tempo” (Besouro Box), também publicado no ano passado. A cerimônia de entrega dos troféus para os vencedores escolhidos em votação pelos associados da Associação Gaúcha de Escritores (AGES) inicia às 19h, no auditório Barbosa Lessa do Centro Cultural Érico Veríssimo, em Porto Alegre.

Acompanham Schneider e Simone na categoria Juvenil os escritores Menalton Braff, com “O Fantasma da Segundona” (FTD), e Hermes Bernardi Junior, com “Eu é um outro” (Edelbra). O livro mais votado entre todos os vencedores receberá, também, o Prêmio AGES: O Mais Votado.

Para Schneider, Menalton Braff, taquarense, é “simplesmente um dos melhores escritores brasileiros”. “Tive a honra e a alegria que seja dele o texto de apresentação do meu livro ‘A Vida é Breve e Passa ao Lado’, publicado pela Dublinense”, lembra Schneider. A editora, que também editou o mais recente livro do escritor hamburguense, “Respeitável Público”, tem outras duas indicações (“Dia de Matar Porco”, de Charles Kiefer, e “Tarantata”, de Cintia Lacroix), além de uma pelo selo Terceiro Selo (“Água de Poço em Noite Fria de Lua Cheia”, de Ayalla De Aguiar). “E ainda temos o Hermes Bernardi Junior, escritor e ilustrador, que tem um sólido trabalho, desde a década de 90, na área infantil e infanto-juvenil”, completa Schneider.

Veja abaixo a lista completa de indicados da edição de 2015 do Prêmio Livro do Ano:

Crônica
- Maria Volta ao Bar – Ruben Penz (Org) – Buqui Livros
- Segredos de um Violino – Fabrício Carpinejar – Edelbra
- Tomo Conta do Mundo: Confissões de uma Psicanalista – Diana Corso – Arquipélago Editorial
Especial
- A Bandeira do Elefante e da Arara: O Encontro Fortuito – Christopher Kastensmidt – Devir Livraria
- Haicai Do Brasil – Adriana Calcanhoto – Edições De Janeiro
- Labirintos Sazonais – Maurem Kayna Lima Alves – Marca Visual
- O Melhor de Mário Quintana – Armindo Trevisan, Dulce Helfer e Tabajara Ruas – Age Editora
Infantil
- A História Mais Triste do Mundo – Mário Corso – Bolacha Maria Editora
- Elefante-Folha – Lucas Luz – Fumproarte
- Filhos De Ceição – Helô Bacichette – Editora Melhoramentos
Juvenil
- Eu é um Outro – Hermes Bernardi Jr – Edelbra
- O Fantasma Da Segundona – Menalton Braff – FTD
- O Tempo Quase – Henrique Schneider – Editora Lê
- Padrão 20 – A Ameaça do Espaço-tempo – Simone Saueressig – Besouro Box
Não Ficção
- Coligay: Tricolor E De Todas As Cores – Léo Gerchmann – Libretos
- Humor É Coisa Séria – Abrão Slavutzky – Arquipélago Editorial
- Pão & Circo: Textos, Roteiros e Argumentos Para o Picadeiro – Dilmar Messias – Libretos
- U-93 – A Entrada do Brasil na Primeira Guerra Mundial – Marcelo Monteiro – Besourobox
Narrativa Curta
- Água de Poço em Noite Fria de Lua Cheia – Ayalla De Aguiar – Terceiro Selo
- Anjos Também Usam Boné – Doralino Souza Da Rosa – Jm2d Editora
- Ocupa Porto Alegre e Outros Contos – Marcelo Rocha – Editora Da Cidade
Narrativa Longa
- Decapitados – Leonardo Brasiliense – Benvirá
- Dia de Matar Porco – Charles Kiefer – Dublinense
- Tarantata – Cintia Lacroix – Dublinense
- Terra Avulsa – Altair Martins – Record
Poesia
- Arrastão e Outros Poemas – Marlon de Almeida – Off Flip Editora
- Azar Dos Fatos – Josué Orsolin – Terceiro Selo
- Tudo Figura – Diego Petrarca – Iel

Leia a sinopse de “O Tempo Quase”

> Notícia publicada em 09/07/2015.
 
 

 


Prêmio que agraciou Henrique Schneider é um dos principais concursos do Brasil


Entrevista: o processo de criação de Setenta


Henrique Schneider palestra no Festival Literário dos Campos Gerais