Flores da Cunha: Henrique Schneider será patrono da 39ª Feira do Livro
Edição que ocorre entre os dias 13 e 19 de maio será a primeira na nova Praça da Bandeira, Centro da cidade
   
Que a bela Flores da Cunha, na Serra Gaúcha, é famosa pelas paisagens naturais, os vinhos, não é novidade. O que talvez você não saiba é que a cidade serrana tem também uma tradicional Feira do Livro: já são quase 40 edições. E a 39ª, entre os dias 13 e 19 de maio de 2016, terá o escritor Henrique Schneider como patrono.

O anúncio foi feito no final de março, após um processo de escolha que, segundo a diretora de Cultura do município, Lorete Paludo, atendeu a critérios como o ineditismo. "Buscávamos um escritor renomado no cenário cultural que ainda não tivesse participado dos nossos eventos", revela. "O Henrique Schneider atendia perfeitamente a esse critério." Ela brinca que a escolha foi tão convicta que uma "breve demora" do escritor até aceitar o convite causou apreensão.

Schneider participa da abertura oficial, às 18 horas do dia 13 de maio, e depois circula pelas bancas ao longo da feira, além de participar de atividades com escolas do município. "O patronato é um momento de reconhecimento e diálogo com o público, ao mesmo tempo, que todo o escritor preza por experienciar", comemora o hamburguense, destacando ainda seu apreço por Flores da Cunha, que entende ser uma cidade de cultura intensa.

Atrações


A 39ª Feira do Livro de Flores da Cunha marca uma importante etapa para a cultura e o lazer na cidade: será a primeira na nova Praça da Bandeira, inaugurada em fevereiro deste ano. Outra novidade em 2016 é a parceria com o jornal O Florense, que comemora seus 30 anos.

Lorete Paludo destaca que, além dos livros, as atrações incluem teatro, música e dança. Os livreiros ocuparão a Avenida 25 de Julho, que será bloqueada em frente à Igreja Matriz. A diretora de Cultura adianta ainda que os livreiros serão diversificados e opções de sebo também estão sendo procuradas. Flávio Luiz Ferrarini será o escritor homenageado.

Com informações de "O Florense"
 
 

 


Prêmio que agraciou Henrique Schneider é um dos principais concursos do Brasil


Entrevista: o processo de criação de Setenta


Henrique Schneider palestra no Festival Literário dos Campos Gerais