"Contramão" é tema de artigo científico
Trabalho foi publicado em revista mantida pela Universidade Federal de Minas Gerais.
   
A narrativa do livro Contramão (Bertrand Brasil, 2007) foi o tema escolhido por Francisco Renato de Souza, doutor em Ciência da Literatura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), para ser analisado no artigo científico Contramão, de Henrique Schneider: a escrita à deriva.
Publicado no volume 22 da Caligrama: Revista de Estudos Românicos, mantida pela Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) desde 1981, o artigo está disponível, na íntegra, neste link. Na mesma edição constam trabalhos que se dedicam ao estudo de obras de Jorge Amado, Esopo e Machado de Assis, entre outros. Todos podem ser consultados aqui.

Leia Mais

Leia a sinopse de Contramão

Mais sobre os livros de Henrique Schneider

Leia aqui o resumo do artigo sobre Contramão:

Este artigo investiga o movimento não objetivo da escrita literária na narrativa Contramão, de Henrique Schneider, a partir da perspectiva do escritor francês Maurice Blanchot sobre a literatura, assim como analisa o paralelo, também proposto por Blanchot, entre a linguagem corrente e a linguagem característica do texto ficcional, pautada pelo imaginário e, portanto, contrária às regras vigentes no mundo da realidade. Como resultado dessa investigação, percebe-se o desvio do personagem da ordem para a errância como o movimento característico da escrita literária, que se desenvolve sem objetivação e por uma pluralidade de possibilidades, uma vez que não intenta um propósito único. Conclui-se então, que a dimensão propícia para o desenvolvimento dessa escrita se dá no terreno do imaginário, uma vez que a irrealidade estende o movimento da errância ao infinito, proporcionando à linguagem ficcional o movimento incessante e interminável, incompatível com a finitude do espaço do mundo corrente.

> Notícia publicada em 24/08/2017.
 
 

 


Prêmio que agraciou Henrique Schneider é um dos principais concursos do Brasil


Entrevista: o processo de criação de Setenta


Henrique Schneider palestra no Festival Literário dos Campos Gerais