Página do Henrique tem mais de mil acessos em abril
Espaço virtual do escritor hamburguense lançando em fevereiro já conta com um público fiel aos contos semanais
   
Henrique Schneider nunca se cansa de dizer que escreve para ser o ponto de partida. Quando as pessoas lêem, um mundo de possibilidades se estabelece. E foi por isso que o escritor hamburguense parou na Internet. Explora a ferramenta como forma de difundir a literatura.

O resultado parece estar sendo positivo. Pelo menos é o que indica a quantidade de acessos da página eletrônica. Só em abril, foram exatamente 1.087. Desde que o espaço virtual foi lançado, em fevereiro de 2010, três mil pessoas já conferiram os conteúdos disponibilizados gratuitamente.

Atualizados semanalmente, os contos da Vida Breve são o principal atrativo. Todas as segundas-feiras, uma nova história está no ar. São as crônicas que o escritor escreve desde 2003 para o jornal ABC Domingo, do Grupo Sinos, que circula em toda a Região Metropolitana de Porto Alegre. “Conseguimos conquistar um público fiel, que acessa a página religiosamente para ler o novo conto”, comemora Schneider.

Acessos internacionais - E engana-se quem pensa que são só os brasileiros que apreciam a literatura do escritor gaúcho. A maior quantidade de acessos tem origem no Brasil, logicamente. De países como Alemanha, Estados Unidos, França e Inglaterra, no entanto, também são alguns leitores. Até da China, país que dificulta o acesso à informação.

Completam a lista de acessos internacionais Rússia, Canadá, Argentina, Japão, Portugal, Suécia, Suíça e Áustria, conforme dados do último mês. “Essa é a mágica da Internet. Possibilita romper as barreiras espaciais e levar a literatura para todo o mundo, literalmente”, brinca o escritor.


FOTO: reprodução / stock.xchng
 
 

 


Prêmio que agraciou Henrique Schneider é um dos principais concursos do Brasil


Entrevista: o processo de criação de Setenta


Henrique Schneider palestra no Festival Literário dos Campos Gerais