Um casamento prestes a terminar e, ainda que tentem o contrário, tanto ele quanto ela sabem disso. Mas quando acontece de verdade, ele tem um baque. Procurar um novo lugar para morar, dividir discos e livros, descobrir como e com quem ficarão os amigos e, mais do que tudo, a dor de não ver a filha todos os dias – tudo tão diferente aos seus passos desacostumados.

Ele sai do casamento disposto a manter-se em paz, sossego, tranqüilidade. Precisa disso, nos primeiros tempos.

Mas, sem que ele consiga impedir, sua vida é atingida por um furacão.
Um furacão chamado Alice.

COMPRAR

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Prêmio que agraciou Henrique Schneider é um dos principais concursos do Brasil


Entrevista: o processo de criação de Setenta


Henrique Schneider palestra no Festival Literário dos Campos Gerais