CONTOS DA VIDA BREVE
 


AS TEIMOSIAS

OITO DE MARÇO

CENA PEQUENA

PAIXÃO DE CARNAVAL

OSWALDO, QUE ESPERA O FIM DO MUNDO

GOSTO DE XIXI QUENTE

A AMIZADE

O MAIS TRISTE

OS OLHOS AZUIS, AZUIS

A PRIMA JULIANA

2017

PAPAI NOEL NÃO GOSTA DE CROQUETE

PALAVRARIA

JOGANDO BOLA NO CÉU

OS CINCO SUPER HERÓIS

OS CINCO HOMENS VELHOS

AO VIVO, DIRETO DO EVENTO

MADRUGADA

MAX, QUE TRATA BEM AS PALAVRAS

CENA URBANA

BAILE DE DOMINGO

FORTE APACHE

NA FOTOGRAFIA

AS FESTAS

JOHNNY WILD CONTRA BRONCO JOE

A CASA DA PRAÇA

QUANDO VOCÊ ME DEIXOU, MEU BEM

ELE NÃO CHOROU

RECEITA PARA SARAU

A CIDADE EM OLHOS DE FUTURO

A CIDADE EM OLHOS DE PRESENTE

A CIDADE EM OLHOS DE PASSADO

NO CAFÉ

SE EU TIVESSE VINTE ANOS A MENOS

A SERENATA

O CÃO AZUL

DÚVIDA

A VIAGEM

ALCEU FEIJÓ

OS POEMAS DE AMOR

AS EXPLICAÇÕES DO ESTUPRADOR

A IMAGEM QUE O ESPELHO ME DEVOLVE

A MOÇA DO 20º ANDAR

A ESCURIDÃO

AS FALAS DA MÃE

BELA, RECATADA E DO LAR

O BILHETE – III

O BILHETE – II

BILHETE

A MEMÓRIA AO LADO

PÁSCOA

EM BOA COMPANHIA

O ENDEREÇO

ELAS

PRIMEIRO DIA DE AULA

OS TESOUROS

AUTO DE INFRAÇÃO

O CARNAVAL DO SAFADÃO

O PERSONAGEM QUE ME ESCREVE

A GAROTA NO ÔNIBUS

O HOMEM NO BAR

OS PRIMEIROS SÓIS

2016

DEPOIS DO NATAL

NUM DIA QUENTE

O TERROR INSTALADO NOS OLHOS

PAPAIS NOEIS

A FILHA DA DONA MARLENE

O CELULAR DO MEU FILHO

Ô, GOSTOSA!

MAX, QUE TRATA BEM AS PALAVRAS

VIDA

O HAITI NÃO É AQUI

A CHUVA SEMPRE

AUTOESTIMA

A FAMÍLIA

REENCONTRO

AS FLORES DO CAMPO

O VENDEDOR DE PEDRAS

AQUELE MENINO SÍRIO

ANDANDO NA CHUVA

A MENTE COLORIDA

AS OPÇÕES

O PAI QUE ESPERA O FILHO ACORDAR

AMANHÃ TALVEZ

O CASACO DE LISTRAS AZUIS

NO CAFÉ

MEU NOVO VIZINHO

A NOVA VIZINHA

A PROFESSORA

A VIDA É UM POÇO ATRÁS DO OUTRO DE INJUSTIÇAS

TIO GUNTHER, QUE NUNCA CHEGA

AQUELE SILÊNCIO

O AMULETO

LIBERDADE DE OPRESSÃO

RESPEITÁVEL PÚBLICO

O FILHO

O CHORO AO TELEFONE

O TALENTO DE ELÍSIO

EDUARDO, QUE ESPALHA ESTRELAS

A VISITA DAS SETE MENINAS

PRIMEIRA PÁSCOA

OS NAMORADOS

AS SOLIDÕES

QUALQUER DIA QUE NÃO SEJA 8 DE MARÇO

O COLEÓPTERO TERROSO POUSOU NA RUBIÁCEA

A BANDALHEIRA

O GURI DALTÔNICO CHEGA AO CÉU

O CONDE

NAQUELE INSTANTE DE ESTUPIDEZ

A VOZ

O VELHO ATOR

UM CARRAU AUTÊNTICO

O CHEFE

CARTA PARA JANINE

2015

SURPRESA NA CHAMINÉ

PAPAI SABE TUDO

A CAMISINHA

AS TRUFAS

A PAZ MUNDIAL

A BAILARININHA

O ANJO NA JANELA

O DISCURSO

O SENHOR LUGAR COMUM VAI VOTAR

(NA IMAGINAÇÃO)

AQUELE CLIMA DE INDECISÃO

QUE SEJA ASSIM

O ABRAÇO, AI, O ABRAÇO

O BIGODE

A SUPER LUA

A INDEPENDÊNCIA

AS PRIMAVERAS

RODAR, RODAR

O CONTO AO VIVO

BARBARA ANTHONY

PROFESSOR ZANDOR

O MAR AO LONGE

O LEITOR MANDA

A COPA

PROCURANDO GILSON

A ESCOLA

O CALOR

DIA DOS NAMORADOS

A GENTE DANÇA

O BEIJO

O MEDO INVISÍVEL

A MÁQUINA

A VIDA PASSA AO LADO

O PASSO EM DIREÇÃO

O TRABALHO DO COELHO

MULTICORES

A CULPA É DELA

PLÁSTICO

TODO MUNDO SABE QUE ASSOMBRAÇÃO NÃO EXISTE

PRECONCEITO, ONDE?

É SÓ UMA ROSA?

O SORRISO DO REI MOMO

COMPRAR CIGARROS

PARA QUE SERVEM OS LIVROS?

A VOLTA DO MAESTRO

REUNIÃO DANÇANTE

ALGUÉM SABE

AS OUTRAS COISAS, COMO ELAS SÃO

AS COISAS COMO ELAS SÃO

MONTEVIDÉU

2014

PEQUENOS NATAIS

NO ELEVADOR

ERENITA

EU TE AMO

OS MILAGRES SIMPLES

POR ONDE ANDARÁ A INFÂNCIA?

CARTA A FRAN

AS PALAVRAS DA CASA

O ERRO NOS OLHOS

AINDA

AMOR NÃO RIMA COM BAR

AQUI TEM –

PARA TI, ESTE RAMALHETE

O MEDO EM QUE ELA VIVE

O BARBEIRO

OS ANÉIS

O CASAL NO RESTAURANTE

BETÂNIA EM SEUS SONHOS

O DIA DO PAI

TODAS AS HISTÓRIAS DÃO UM LIVRO

ATRAQUE

CENA DE CINEMA

DOWN?

AS FLORES DE MARÍLIA

A CELA

O GRITO (OS GRITOS)

DIA DOS NAMORADOS

S/A

A MULHER QUE CANTA

O ACASO

SONHOS À VENDA

A MÃE E A FADA DO DENTE

NICOLAU

QUINZE ANOS

A VIDA

O IPÊ

JAIRO

BURRO DA PÁSCOA

DEFICIÊNCIA

O BAILARINO

DESAMOR

ARCO-ÍRIS

VIZINHAS

AINDA CARNAVAL

AS FELICIDADES PEQUENAS

OS DIAS LONGOS

SÓ UM CAFÉ

CIRCO

ALTA SOCIEDADE

O CAVALEIRO E SEU CAVALO

FELIZ NATAL

VINTE E DOIS

DONA LIDIANE

O OLHO

CINQUENTA

E AGORA ELE DISSE QUE VAI FICAR COM ELA

MENELAU

O PALHAÇO NO SINAL

RETRATO PARA A MÃE

UMA ANGÚSTIA, SABE?

ELE NÃO SABE

OS GÊMEOS, AS GÊMEAS

CIDADANIA

O PRIMEIRO AMOR A GENTE NUNCA ESQUECE

LIXO

ALICE NÃO MORA MAIS AQUI

UM DIA ENSOLARADO DE PRIMAVERA

O CONSUMO

O AMIGO MAIS CEGO

O ATALHO

O CINEMA

MULHER GRÁVIDA

O AUMENTO (versão final)

O AUMENTO (versão 3)

O AUMENTO (versão 2)

O AUMENTO (versão 1)

SEBASTIÃO

SAPATOS NOVOS

REGINA RENNÉ

DANÇAR A DANÇA INVISÍVEL

O CASAMENTO

O SENTIDO DA VIDA

ARGANAZES

ESTE DOMINGO

O GÊNIO NA VIDA DE VICENTE

PRIMEIRO EMPREGO

A TRAGÉDIA

É O JOGO

CRIANÇA TEM QUE SER FELIZ

EMÍLIA AO TELEFONE

TOM MENOR

O HOMEM MAIS VELHO DO MUNDO

A SAPATEIRA

AO MAR

CRÍTICA LITERÁRIA

NESTE CARNAVAL EU VOU BEBER!

FILME FRANCÊS

O BILHETE

PREZADA LEITORA, PREZADO LEITOR.

DEZOITO ANDARES

CORRESPONDÊNCIA

PROMESSAS DE ANO NOVO

TEMPO DE COMPREENDER

O DIA, LÁ FORA

ONDE ANDARÁ ESTE FUTURO?

BRIGITTE BONJOUR

O MEU FUTURO

FERIADÃO

O HOMEM QUE VIRA A PÁGINA DA PARTITURA

O CASAL

NÚMERO DESCONHECIDO

BOTAR AS CARTAS

TEMPO DE FLORADA

AS PALAVRAS ATIRADAS

ISTO, O QUE CHAMAM JUSTIÇA?

APOSTA

A PEDÓFILA

SINA

A MÚSICA ESCOLHIDA

ANA BETH

ESPERA

O CHAPÉU MÁGICO

DESCONFIANÇA

FAZER O PÃO

LINHAGEM

TRINTA ANOS E ESTA FOTO

FRIO ALÉM

A FESTA DE NÃO MORRER

PENSAR PENSAR PENSAR

A HORA EM QUE OS CAFÉS FECHAM

DIA DOS NAMORADOS

A NÃO NOTÍCIA

DESENCONTRO

O FIM DO MUNDO

A ARTE DA SEDUÇÃO

ALI, LOGO AO LADO, AGORA

SAPATEIRO

NESTA ÉPOCA

AS QUATRO

O HORROR

OCORRÊNCIA POLICIAL

MEIA LUZ, MEIA VERDADE

LUCIA?

SÃO LOURENÇO

SCLIAR

CONCERTO

FIM DE SEMANA

JANICE QUANDO CHEGOU

INDENTIDADE

FAZER UM CAFÉ

OUTRA CENA DE PRAIA

DOIS SILÊNCIOS

ESTE ANO

ESPÍRITO DE NATAL

BRINCADEIRA

ACERTO DE CONTAS

OFERENDA

MOSAICO

O CANÁRIO

ROSAURA

OS OLHOS

ESCOLHER O SORRISO

A HISTÓRIA

O SOL FRIO

AS COTAS

AS ESCOLHAS

VESTIDO DE NOIVA

CARTA DE AMOR

OS MESMOS PASSOS

NÓS PRECISAMOS CONVERSAR

POR ONDE ANDARÁ RICARDO?

A PERGUNTA A NÃO SER FEITA

LADY MADONNA

FIM DE NOITE

DESCULPAS

A NETA DA DESQUITADA

O CÃO, OS FRANGOS, O TEMPO

SINAL VERMELHO

A DAMA

AINDA GILDA

AMIGOS IMAGINÁRIOS

A IMPERFEIÇÃO

OS OLHOS DAQUELE MENINO

FOGO ESPECIAL

TANTO TEMPO

PRETO E BRANCO

ESTE BARULHO

A HISTÓRIA

PROGRAMA DE BEM ESTAR

TROCAR OS PAPEIS

PRESENTE

INFÂNCIA MODERNA

ASFIXIA

REPOLHOS SÃO MAIS DO QUE ISSO

O RETRATO

SETE DE MARÇO

WALDISNEY II

WALDISNEY

AMOR DE CARNAVAL

OLHOS DE GATA SELVAGEM

UM MENDIGO PARADO NO MEIO DA CALÇADA

A ETERNIDADE DURA MUITO

ESTÁTUAS VIVAS

BOA VIZINHANÇA

AS PERGUNTAS QUE NÃO SÃO FEITAS

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

OS OLHOS DO MEU FILHO NOS OLHOS DE OUTRO FILHO

PAIXÃO

ROUBADA

MÃOS DADAS

TIA ESTER

O DIA EM QUE A INFÂNCIA TERMINA

DESDE O INÍCIO

TELEFONEMA PREMIADO

TORMENTO

GRITO

OS PASSEIOS COM MINHA IRMÃ

OS DIAS LONGOS

CIRCULAR nº 01

AS UVAS VERDES

RESPEITO

O FLECHA

MANDOLATE

A VIDA É SIMPLES

O ARTESÃO

 


Prêmio que agraciou Henrique Schneider é um dos principais concursos do Brasil


Entrevista: o processo de criação de Setenta


Henrique Schneider palestra no Festival Literário dos Campos Gerais